Nova descoberta: Gobiraptor minutus!

Foi encontrado em Nemegt, no deserto de Gobi, Mongólia, uma nova espécie de dinossauro do grupo dos ovirraptossauros. O local é considerado um dos maiores sítios paleontológicos do mundo e é conhecido na Paleontologia pela riqueza e qualidade de suas jazidas fósseis, contando com inúmeros achados, principalmente do período Cretáceo Superior (70 milhões de anos atrás). E dessa vez, a espécie divulgada recebeu o nome do local: Gobiraptor minutus.

Gobiraptor_minutus-novataxa_2019-Lee_Lee_Chinsamy_Lü_Barsbold_et_Tsogtbaatar-
Deserto de Gobi, Mongólia.

Os ovirraptossauros não eram tão parecidos com os “raptores” da franquia Jurassic Park. Para começar, eles tinham crânios encurtados e parecidos com os dos papagaios e eram bem menores (com exceções). Seus fósseis são geralmente encontrados na Ásia, embora tenham ocorrido alguns na América do Norte e Inglaterra.

Gobiraptor_minutus-novataxa_2019-Lee_Lee_Chinsamy_Lü_Barsbold_et_Tsogtbaatar--paleoArt-Do_Yoon_Kim
O pequeno Gobiraptor minutus.

O nome é uma junção entre uma homenagem ao local onde o espécime-holótipo foi encontrada com a palavra “raptor“, que significa ladrão em latim, embora aqui queira fazer menção ao grupo ao qual pertence o dinossauro, os ovirraptores (sobre a origem do nome desse grupo, clique aqui). Já o “minutus” significa pequeno em latim e se refere ao tamanho diminuto do espécime encontrado, o qual os paleontólogos acreditam se tratar de um jovem. Aliado a maturação do espécime, há o fato da região onde foi encontrado ser rica em depósitos de sedimentos de rios e lagos, o que leva os paleontólogos a acreditarem que ovirraptossauros eram bem adaptados a ambientes úmidos.

Gobiraptor_minutus-novataxa_2019-Lee_Lee_Chinsamy_Lü_Barsbold_et_Tsogtbaatar
Ossos encontrados pertencentes à espécie descoberta.

Quer ver o que mais está acontecendo de descoberta? Conheça o Bajadasaurus!

O esqueleto do animal se encontra incompleto, contendo apenas um fêmur (o qual foi utilizado para análises da idade do espécime), mandíbula, parte do crânio, bacia e ossos das cauda. Na mandíbula, no entanto, está o fato mais interessante: diferente dos demais ovirraptossauros, o Gobiraptor minutus possuía uma mandíbula grossa e uma prateleira lingual rudimentar em cada lado do dentário. Isso mostra que essa espécie desenvolveu uma dieta única, diferente dos demais ovirraptossauros e que provavelmente deveriam se alimentar de  sementes, ovos ou moluscos de casca dura.

Fontes:

https://journals.plos.org/plosone/article?id=10.1371/journal.pone.0210867

https://www.cnet.com/news/scientists-discover-fossils-of-new-adorable-baby-dinosaur-in-mongolia/

https://novataxa.blogspot.com/2019/02/gobiraptor.html

https://www.publico.pt/2019/02/07/ciencia/noticia/gobiraptor-minutus-1861040

https://pt.wikipedia.org/wiki/Deserto_de_Gobi

https://en.wikipedia.org/wiki/Oviraptorosauria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: